Tribuna Popular – Diretora do Saerb esclarece fases da transição do processo de reversão do sistema de saneamento ao município

por Lucivania Marques publicado 01/06/2021 14h32, última modificação 01/06/2021 14h32

Na sessão desta terça-feira (01) o espaço Tribuna Popular foi cedido à diretora do Saerb, Pollyana Garcia Lima, que serviu para explicar inicialmente como ocorrerá o processo de reversão, que será dividido em três etapas. O PL de reversão ainda não deu entrada na Câmara de Vereadores de Rio Branco.

De acordo com a gestora, Estado e o Depasa ficarão responsáveis pela manutenção até 1º de outubro de 2021 dos contratos de terceirização de mão de obra e dos contratos temporários utilizados na prestação dos serviços nos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário de Rio Branco. A partir do dia 2 de outubro, o município terá sob a sua responsabilidade o sistema.

Edison Carlos – Presidente Executivo Instituto Trata Brasil delineou o trabalho de pesquisa realizado pelo instituto; apresentou estudos de desempenho de cidades brasileiras com saneamento e destacou as benesses advindas à sociedade em geral a partir de investimentos no setor sanitário. Também considerou como positiva uma parceria público-privada na condução do saneamento básico, e pontuou os desafios para reconstrução da estrutura sanitária em Rio Branco.

Questionada sobre se já existe a elaboração de um plano para receber a reversão, A gestora do Saerb confirmou o desenvolvimento de planejamento estratégico, estudos e avaliações já em andamento, também respondeu a pergunta de um internauta sobre  o possível aproveitamento dos servidores do Depasa aprovados no último processo seletivo de 2019, após o fim da reversão do saneamento ao município. A gestora sinalizou que o Saerb poderá aproveitar a mão de obra dos aprovados no processo seletivo do Depasa, mas destacou que há um todo um trâmite legal.

Por fim, a vereadora Lene Petecão (PSB), sugeriu como encaminhamento a realização de reunião com o prefeito Tião Bocalom e os dezessete vereadores, visando à discussão do tema.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.