Vereador Mamed Dankar destaca possíveis problemas com a privatização dos Correios

por Juliana Queiroz publicado 06/04/2017 14h20, última modificação 06/04/2017 16h04

O vereador Mamed Dankar (PT) usou o plenário da Câmara Municipal de Rio Branco, na manhã desta última quarta-feira, 5, para destacar sobre a possível privatização da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, em sua fala o parlamentar ressaltou que a privatização poderá gerar diversos problemas, entres eles, precarização dos serviços e o fechamento de agências.

“Conversei nesta semana com alguns integrantes do Sindicato dos Trabalhadores do Correio. Na ocasião, recebi um documento revelando os problemas que essa categoria vem enfrentando em decorrência dessa conversa de privatização. Sabemos que é um assunto delicado, e por isso mesmo não podemos nos esquivar desse debate. O que esses profissionais desejam é que alguém interceda em favor deles, portanto, convido este Casa Legislativa para entrar no debate”, disse.

Segundo o documento, caso ocorra à privatização, cerca de 250 agências poderão ser desativadas. “As agências que possuem menos de 50 mil habitantes serão fechadas. É um problema em potencial, haja vista que os Correios deixaram de ser somente entregador de cartas, mas transformou-se também numa empresa que atua em diversos ramos de serviço, em especial, ramo bancário”, ressaltou.

Dankar destacou ainda sobre às demissões que irão ocorrer, e afirmou que os direitos dos profissionais estão sendo desrespeitados. “Mais de cinco mil trabalhadores já foram forçados a pedir demissão. Muitos outros ainda passarão por essa situação, o pior é que estão afetando pessoas concursadas e que até pouco tempo tinham emprego garantido, esses profissionais estão sendo negligenciados. Eles carregam dez quilos nas costas, sob sol quente, chuva, ou em carros e motocicletas com defeitos, bicicletas quebradas, agencias sem nenhuma segurança. Lamentável que estejam tendo seus direitos respeitados dessa forma", encerrou.

 

Ascom - CMRB

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.