Rodrigo Forneck lança campanha “Carnaval Sem Violência: Não É Não”

por Victor Augusto Farias publicado 01/03/2019 13h26, última modificação 01/03/2019 13h26

Esse é o primeiro Carnaval com a Lei da Importunação Sexual (13.718/18) em vigor. Toques inapropriados, cantadas inoportunas e quaisquer outras práticas sem consentimento da vítima resultam em pena de um a cinco anos de prisão.

Visando conscientizar a população, o líder do PT na Câmara de Vereadores de Rio Branco, Rodrigo Forneck, lançou nesta quinta-feira, 28, a campanha “Carnaval sem Violência: Não É Não”.

Entre as pautas abordas na ação educativa, o parlamentar trata sobre a Lei de Importunação Sexual, combate a violência contra a mulher e a homofobia, nesse o Carnaval.

“O machismo presente na sociedade é enorme, e durante o Carnaval aumenta ainda mais. Por isso, estamos levando essa campanha às ruas, aos blocos e avenidas nessa folia. Os homens precisam entender que uma mulher embriagada não é um “alvo fácil”, que independente da mulher estar ou não acompanhada, se ela disser não, é não. E, partir disso, qualquer insistência é crime”, salientou Forneck, na tribuna do plenário.

O vereador observou ainda que “mulheres não são corpos” e que têm direito de ir e vir como qualquer homem. “O fato de elas estarem se divertindo no Carnaval, não nos dá o direito de achar que temos alguma autoridade sobre elas”, frisou.

 

Ascom Ver. Rodrigo Forneck

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.