"Nosso mandato tem como norte as melhorias do Transporte Público e da Saúde Básica do Município", Roberto Duarte.

por Câmara Municipal de Rio Branco publicado 15/02/2017 17h39, última modificação 15/02/2017 17h39


Roberto Duarte foi o vereador mais votado em Rio Branco, obtendo 3,984 votos, em entrevista ao portal da Câmara Municipal o parlamentar agradece a população de Rio Branco, por ter enxergado no seu projeto um modo de fazer política diferente e afirma à população que irá fazer um trabalho responsável, consciente e sempre em prol do povo riobranquense. Confira. 

 

Câmara Municipal de Rio Branco - Conte um pouco sobre sua trajetória de vida?

Roberto Duarte - Iniciei meus estudos fundamentais em Porto Alegre - Rio Grande do Sul,  sou técnico em contabilidade, cursei a faculdade de Filosofia, depois cursei Ciências Contábeis, em seguida, ingressei no curso de Direito, onde estudei um tempo aqui no Acre, mas conclui em Porto Velho. Moro no Acre desde o ano de 1995, aqui foi onde constitui minha família. Meu pai chegou aqui em Rio Branco e começou a vender ovos para sustentar a família, buscando melhorar de vida, se formou em Direito pela Universidade Federal do Acre, na época eu vim para cidade trabalhar com ele na venda de ovos. Acredito que esse seja o inicio de minha trajetória de vida, mas, lá na infância eu também cheguei a trabalhar como engraxate, office boy, entregador de panfletos de jornais nos semáforos, isso foi na época em que eu estudava e não tinha muitas condições.

 

Câmara Municipal de Rio Branco - Durante esse percurso quando surgiu o interesse pela política?

Roberto Duarte - Em 2013 iniciei no Partido da Mobilização Nacional (PMN), onde me tornei presidente do partido, foi no ano de 2014 que fui convidado pelo Bocalom para ser candidato ao Senado da República na chapa em que ele era candidato a governador. Naquele momento eu imaginei que era uma situação nova na minha vida e que eu queria iniciar uma carreira política, eu queria poder ajudar a oposição aqui no estado do Acre. Eu sempre fui uma oposição ao atual modelo de gestão implementada tanto no município quanto no estado, eu não sou uma oposição ao partido político, não contrário ao partido político, mas, sim, contrário à forma como conduzem a administração pública, foi isso que me levou a ajudar o Bocalom naquele momento, ele era candidato a governador pela oposição e eu ao senado pelo PMN, onde  obtive mais de 17 mil votos, sem ter uma propaganda e adesivos na rua, sem nada, só andando com ele pela cidade e por todos os 22 municípios. Naquela época, dos 22 municípios, eu já conhecia 18, só não conhecia os 4 isolados, e na campanha de 2014 eu tive a oportunidade de também conhecer os 4 municípios isolados, onde conheci a realidade de todos eles, isso foi muito importante para iniciarmos na vida política. Em 2016 continuamos o projeto, participei dos movimentos "Fora Dilma", "Combate a Corrupção", fizemos vigílias em frente a Polícia Federal, para apoiá-los, também em frente a Justiça Federal para apoiarmos o Juiz Sérgio Moro, fizemos também vigílias em frente a Assembléia Legislativa no Palácio do Rio Branco para colher assinaturas em apoio ao Sérgio Moro naquela época onde estava bem inflamado toda aquela situação de impeachment, e esses movimentos sociais acabaram nos levando a essa trajetória da política mais incisiva e de ajuda a melhoria da população.

 

Câmara Municipal de Rio Branco - Eleito com 3, 984 votos, qual foi o diferencial em seu trabalho de campanha para que fosse o mais bem votado?

Roberto Duarte - Eu passo essa credibilidade a população de Rio Branco, acredito que eles enxergaram na gente um modo de fazer política diferente, nós estamos inovando na política, estamos trazendo de volta para a política uma certa credibilidade, onde as pessoas podem ver na gente um trabalho que realmente vai gerar resultados, nós não ficamos só nas críticas e nas denúncias vazias, por exemplo, teve algumas situações na maternidade Bárbara Heliodora, onde em menos de um ano, se não me falhe a memória, morriam mais de 80 crianças, com isso fizemos um manifesto, onde fiz uma denúncia ao ministério público estadual e ao presidente da Assembléia Legislativa, os dois criaram comissões e começaram a investigar os problemas da maternidade, ou seja nos criamos um caminho para solucionar o problema, depois dessas denúncias foi que começaram realmente as investigações pela comissão de saúde  da Assembléia e pelo Ministério Público Estadual, realmente diminuiu o número de mortes em torno de 90%. No momento do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff o Brasil todo estava envolvido nessa situação, e nós conseguimos levar o Acre para participar disso, quer dizer, nós também entramos para história do Brasil, nos mostramos que podemos colocar um presidente da República com também podemos tirar, já foi feito isso em 1992 com o Fernando Collor, e conseguimos agora em 2015 fazer com que a voz do povo prevalece. Tudo isso nós dá uma credibilidade para que a população tenha uma esperança e nós queremos concretizar isso, tanto que já estamos trabalhando desde o dia 2 de janeiro, hoje mesmo às 6h da manhã já estávamos no ramal do Panorama, realizando o trabalho de fiscalização, mostrando os problemas da comunidade e nós temos feito isso diariamente. 

 

Câmara Municipal de Rio Branco - Qual foi o maior desafio no trabalho de campanha?

Roberto Duarte - Olha, eu não tive muitos desafios porque eu gosto de andar nas ruas, eu gostei e aprendei bastante em 2014 com o Bocalom, a conversar e ouvir os problemas do povo, então isso me deixa muito feliz, eu gosto de andar nas ruas e estar em contato direto com a comunidade, isso para mim é essencial, então, eu não tinha muito desafio nesse sentindo, eu não cometia o erro de fazer promessas em minha campanha, eu me comprometia com a população eu que iria desenvolver um bom trabalho enquanto vereador no município de Rio Branco, eu explicava para as pessoas quais eram as funções dos vereadores o que eles poderiam contribuir para a comunidade e nós temos um trabalho, onde muitos entendem que é limitado, más, eu entendo que ele é muito vasto e podemos fazer muito pela população de Rio Branco. 

 

Câmara Municipal de Rio Branco - Qual será sua maior defesa dentro da Câmara Municipal de Rio Branco? Existe alguma categoria específica?

Roberto Duarte - Nos temos dois pontos primordiais, eu entendo que todo mandato tem que ter um norte, e o nosso forte vai ser primeiro a melhoria da qualidade, da prestação de serviços públicos municipal e a saúde básica do município. Claro que também iremos trabalhar pelas outras áreas, mas, não é saindo fazendo denúncias sem fundamentos, não é fazendo pedidos ou indicações que o prefeito não possa executar, eu irei fazer indicações onde ele possa vir a contribuir e fazer o serviço para a comunidade. Eu tive solicitações que eu vi que não tinha condições, por exemplo, a onde eu vou, os bairros que visito, todos querem uma academia popular, e nos sabemos que não existe condições para a prefeitura atender essa demanda, nós temos mais de 200 bairros, então eu deixo claro à população que é preciso fazer um planejamento, e que se tenha a probabilidade de contemplar as 10 regionais com as academias popular é uma maneira de contemplar a todos. Acredito que seja necessário também explicar para a população e mostrar a realidade de nosso município, deixando sempre claro o que pode e não pode ser feito. Todavia também tenho deixado claro que não irei admitir obras intermináveis com também obras com qualidades duvidosas, um exemplo é o ramal do Panorama, a ponte lá foi construída em 30 dias, ela foi inaugurada dia 07 de outubro e dia 17 de novembro ela caiu, e até hoje eles estão sem ponte lá, então, essas coisas não podemos mais aceitar, a responsabilidade direta é do município, é direto do prefeito tem engenheiro e precisa tomar conhecimento dessa situação e exigir da empresa que ganhou a licitação que faça uma obra de verdade, e se a obra caiu em menos de um mês o responsável será a empresa, mas o município precisa cobrá-la, se não administrativamente, mas, judicialmente.  

 

Câmara Municipal de Rio Branco - Já existe algum projeto que pretende apresentar na casa legislativa?

Roberto Duarte - Existe alguns projetos, porém ainda estamos trabalhando neles, e também ainda não estamos querendo dar publicidade à eles, pois, serão projetos que serão polêmicos, e como sou minoria na casa, pretendo somente no momento correto iremos apresentar. Eu digo minoria pois na oposição eu só tenho 5 vereadores, e na situação na base são 12 vereadores, então, vejo que a dificuldade para nós trabalharmos será grande. Agora, requerimentos são vários, antes de eu criticar ou opinar sobre alguma demanda que venhamos a discutir na casa, eu quero poder estudá-las, umas delas que agora está em questão é o aumento da passagem dos ônibus, eu já procurei o Ministério Público Estadual, porque eu não tenho como entrar com requerimento enquanto não começar a sessão plenária, porque no caso esse seria meu primeiro requerimento. Por isso a relevância de termos em mãos uma cópia das planilhas tanto do Sindicol como da RBtrans para tomarmos conhecimento da situação, e sabermos se estamos pagando o preço justo da passagem de ônibus, se realmente é preciso aumentar, se vamos baixar, precisamos ter uma idéia, não adianta somente criticarmos, eu preciso saber se tal decisão é justa ou não. 

 

Câmara Municipal de Rio Branco - Como o senhor avalia o cenário político estadual e nacional?

Roberto Duarte - Eu tenho muitas expectativas com relação ao cenário nacional, eu tenho visto que a situação está começando a melhorar, é claro que sabemos que não de um dia para o outro, agora para a gente conseguir reconquistar a confiança do mercado internacional, pra gente conseguir reconquistar a credibilidade do Brasil, vai demorar alguns anos, pra gente recuperar a nossa economia vão demorar longos anos, nós sabemos exatamente o que o governo do PT fez no Brasil, nos deixou sem credibilidade e isso é algo que nos preocupa muito. Hoje a Presidência da República  está nas mãos do Michel Temer do meu partido, mas, eu não votei nele, quem votou nele, quem escolheu ele foi exatamente quem escolheu a presidente Dilma Roussef, então a nossa expectativa é que nossa situação comece a melhorar. Com relação ao governo estadual, eu costumo dizer que sou bastante crítico, e eu vejo muitos erros, hoje estamos com 31 homicídios no Acre, nos não podemos admitir tantos homicídios, as pessoas estão com medo, temos uma precariedade muito grande na saúde e na educação, a segurança as pessoas não saem de casa com medo, eu não vislumbro um futuro promissor para nós com o atual governo.

 

Câmara Municipal de Rio Branco - Em uma mensagem final o que a população pode esperar do vereador Roberto Duarte durante esses quatro anos de mandato?

Roberto Duarte - A população pode esperar que Roberto Duarte vai fazer um trabalho responsável, consciente e sempre em prol deles, sempre defendendo o povo, eu não estou aqui para defender empresários, religião, estou aqui para defender a população do município de Rio Branco, e é isso que vou fazer no meu mandato, a população pode contar comigo, 24h em exercício das minhas atividades parlamentares, eu entrei na política para ficar a disposição do povo, minha conduta não fugirá, jamais, à ordem pública, a ética, o decoro, o respeito aos meus pares e o respaldo aos meus eleitores. 

 

Texto: Juliana Queiroz / Asscom - CMRB

Fotos: Victor Augusto

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.