Lene Petecão quer a presença de profissionais de Psicologia nas escola de ensino infantil e fundamental

por Juliana Queiroz publicado 13/09/2017 18h35, última modificação 13/09/2017 18h35

A vereadora Lene Petecão (PSD), usou a tribuna da Câmara Municipal de Rio Branco na manhã desta quarta-feira, 13, para apresentar um anteprojeto cuja ementa  estabelece a obrigatoriedade da presença de profissionais de Psicologia e da Assistência Social nas escola de ensino infantil e fundamental no Município de Rio Branco.

Segundo a parlamentar o anteprojeto surgiu em um momento muito oportuno em que os índices de violência aumentaram de forma assustadora na sociedade, onde é registrado um quadro de tragédias cometidas dentro escola, próximas a elas ou com os alunos delas, "Vemos adolescentes que são vítimas de abuso de toda a espécie, depressivos, insatisfeitos com suas famílias desmanchadas e manchadas, envolvidos com drogas, com crime organizado e iludidos pelos crimes praticados e incentivados  pelas redes sociais, vítimas de bullying e da exclusão social", afirmou.

A vereadora ainda destaca que é necessário duas categorias profissionais propostas na Lei respondam pela avaliação e o acompanhamento comportamental dos alunos, "Muitos deles precisam de ajuda e orientações que não podem ser fornecidas por "professores", pois não lhes competem a saúde mental e muito menos lidar com problemas pessoais de seus discentes, uma vez que , no desempenho de suas múltiplas funções, ao professor mal lhes sobram tempo para mediar os processos de ensino de aprendizagem nas salas compostas em média por 40 alunos", encerrou.  

 

Juliana Queiroz / Ascom - CMRB

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.