Elzinha Mendonça levanta discussão sobre o número de mulheres candidatas

por Juliana Queiroz publicado 28/08/2018 17h11, última modificação 28/08/2018 17h11

Em seu discurso, no grande expediente, nesta terça-feira, 28, a vereadora Elzinha Mendonça (PDT) levou os pares a discutirem sobre a participação das mulheres nas eleições de 2018. Segundo pontuou a parlamentar, é lamentável que em meio a um pleito eleitoral, o registro de candidaturas femininas sejam menos de 30%, no estado.

A vereadora destacou o fato de as mulheres serem minoria, tanto na Câmara como na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), mas a principal queixa é em relação ao número de candidatas mulheres. Segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral do Acre, pouco mais de 150 mulheres registraram pedido de candidatura, enquanto mais de 400 homens concorrem as eleições, neste ano.

Ao falar sobre o assunto, os vereadores também debateram a questão e defendem que as mulheres precisam acreditar em sua capacidade e se encorajar e apresentar o nome para concorrer. Ainda defenderam que o ideal seria que os espaços sejam preenchidos de maneira igualitária.

“Nós mulheres representamos a maioria do eleitorado acreano (51,5%), os homens estão em maior número de candidatos nas eleições de 2018 com mais de 70%. Eu e companheira Lene Petecão sabemos o quanto é necessário termos essa representatividade feminina”, disse Elzinha Mendonça sobre serem as únicas vereadoras da casa.

Esta é uma das bandeiras defendidas pela vereadora que sempre levanta essa discussão e incentiva às mulheres que se apresentem como bons nomes nessa representatividade. Inclusive, destaca que em seu partido, PDT, 17 mulheres concorrem às eleições 2018.

Assessoria

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.