Dankar destaca a passagem de coordenador Internacional da Pastoral da Criança no Acre

por Câmara Municipal de Rio Branco publicado 07/08/2018 15h10, última modificação 07/08/2018 15h13

 

O vereador Mamed Dankar (PT) destacou na manhã de terça-feira, 7, durante pronunciamento na sessão na Câmara de Rio Branco, a visita do Dr. Nelson Arns Neumann, Coordenador Internacional da Pastoral da Criança.

Segundo Dankar, o médico esteve na capital acreana para falar com coordenadores e líderes de algumas Paróquias e Comunidades da Pastoral sobre a importância dos primeiros 1000 dias do bebê. “Foi um evento muito bem organizado e prestigiado. Pudemos aprender detalhes importantes sobre o cuidado que devemos ter com as crianças nos 1000 dias. E esse período se inicia ainda no ventre materno”.

Na oportunidade, Arns pontuou sobre a importância de uma alimentação adequada no período gestacional. “Entre os assuntos abordados estava a alimentação das grávidas. Sei que tem algumas mulheres que não querem ganhar uns quilinhos, porém, existe um estudo que diz que é saudável para o feto a mãe, no período da gravidez, acrescentar de nove a treze quilos e meio ao seu peso. Menos disso, por conta de estética, seria retirado da criança a alimentação necessária para um bom desenvolvimento para o resto da vida. A ausência disso acarreta a criança algumas doenças como osteoporose, pressão arterial alta, dentre outras”.

O vereador pontuou ainda o encontro realizado entre Arns e os Agentes Comunitários de Saúde de Rio Branco para debater sobre o mesmo assunto. “E ele fez essa conversa também com os agentes de saúde de uma forma muito didática. Isso é importante, haja vista que esses profissionais é que estão na ponta realizando o trabalho. Agradeço a prefeita Socorro Neri por ter apoiado essa agenda com os agentes de saúde. Isso reforçou o conceito da humanização na área e assim realizar um trabalho com mais eficiência”, disse.

Dankar pontuou ainda que da agenda realizada com Nelson junto aos ACS Arns ensejou por parte da prefeitura de Rio Branco o compromisso de analisar detalhadamente o anteprojeto de lei apresentado por Dankar e permite que as mães comissionadas tenham os mesmo direitos que a servidores no que diz respeito a licença maternidade.

“As servidores possuem seis meses de licença, enquanto as comissionadas possuem apenas quatro meses. Quando Arns falou sobre a importância de amamentar o recém-nascido, a prefeita Socorro Neri de pronto chamou a Dra. Raquel e a matéria fosse analisada. Espero que a matéria seja devidamente analisada e quem sabe até aprovada”.

 

Assessoria Parlamentar

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.