Câmara aprova projeto que cria diretrizes para prevenir, diagnosticar e tratar casos de Síndrome Alcoólica Fetal (SAF)

por Juliana Queiroz publicado 14/12/2017 20h26, última modificação 14/12/2017 20h26

Na tarde desta quinta-feira, 14, a Câmara Municipal de Rio Branco, aprovou o Projeto de Lei nº 71/2017, que cria diretrizes para prevenir, diagnosticar e tratar casos de Síndrome Alcóolica Fetal (SAF), unindo instituições de educação, saúde, assistência social, direitos humanos e justiça, a PL é de autoria do vereador Rodrigo Forneck (PT).

"Com a prevenção, vamos evitar que nossas crianças nasçam com prejuízos no desenvolvimento intelectual e na coordenação motora. Sobretudo, vamos evitar novos casos de microcefalia, que também pode ser causada pelo consumo de bebidas durante a gravidez, destaca o parlamentar".

O PL institui a data de 9 de setembro como Dia Municipal de Conscientização da SAF e autoriza a prefeitura à pactuar convênios de ações preventivas com entidades sem fins lucrativos e instituições que militem na causa. Em caráter permanente, as campanhas educativas deverão ser promovidas pelo Executivo Municipal, nas áreas de saúde, educação, assistência social e atendimento ao público, e pela CMRB.

"Agradeço de coração ao casal Cleísa Brasil e Cleiver Lima, que são os grandes protagonistas dessa história que, felizmente, teve um final feliz. E já estamos de olho no Carnaval, que é uma época em que muitos jovens abusam do álcool e muitas vezes esquecem de usar o preservativo", encerrou Forneck.

 

Juliana Queiroz / Ascom - CMRB

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.